0

PAUSA PARA REFLEXÃO - O AMOR A DOIS


Este é um tema para os próximos artigos do blog Momentos Mágicos, onde pretendo comentar sobre os relacionamentos de casais e o sentimento de amor que envolve dois seres, unindo-os para a missão de vida.

Anos atrás publiquei uma série de artigos sobre relacionamentos humanos e a vida a dois, onde esclarecia sobre as condições ideais e corretas para que os reencontros pudessem de fato se realizar e manifestar ainda nesta dimensão física.

Um dos primeiros passos é que somente o Mestre Interno (Eu Superior) poderia promover estes reencontros, ou seja, criar condições para iniciar o processo de conexão entre o casal.

Mas por que ocorre assim? 

Pois há de se ter um propósito divino para que este encontro se torne possível.

Não se encontram para viver somente os prazeres terrenos e ilusórios da terceira dimensão. Se assim fosse, não seria em nada proveitoso ou produtivo criar uma existência apenas para diversão de personalidades, isto poderia ocasionar distrações do objetivo maior para o qual foram criados estes dois seres espirituais. 

Então, muitas pessoas se desiludem e se frustram quando almejam apenas a satisfação pessoal naquilo que é divino e consagrado ao serviço, à Criação.

O outro passo é que também apenas o Mestre Interno de cada um dos pares os conduzirá para o reencontro, ou seja, podem promover mudanças na vida de cada um deles com o objetivo de efetivamente fazê-los sair da inércia ou acomodação da vida cotidiana e buscar um significado para a existência pessoal. Neste caso, a pessoa sentirá uma forte necessidade de mudar a vida que leva ou então, pode ocorrer uma guinada na vida através da perda do emprego, fim de algum relacionamento amoroso ou então, algo relacionado ao corpo físico, que venha a despertar a necessidade de uma busca espiritual.


E como isto ocorre?

Os Mestres Internos sabem exatamente onde cada um dos pares se encontra encarnado e em que condições estão. E com isso, os Dois decidem quando e onde um casal que está fazendo a sua jornada terrena pode se encontrar. 

É muito importante que o caminho da espiritualidade seja percorrido pelos dois pares terrenos, já que a conexão será feita por inspiração, intuição, sonhos e sinais.

Os Dois lá em cima estão os acompanhando a cada momento e conduzindo cada passo para que este reencontro aconteça segundo a vontade Deles. Quando isto ocorrer, algo extraordinário irá acontecer na vida do casal terreno, podendo vivenciar uma das maiores e mais belas experiências na vida a dois.

Assim, é preciso a consciência sobre estes fatos inerentes à condição humana. 
Como digo sempre: "o espírito precede à matéria!", portanto, desenvolva o lado espiritual, pois será este o caminho que você e o seu par oposto e complementar irão percorrer em sua vida particular, a busca pela conexão interna.

Compreendem isso corações?


A SACERDOTISA E O GUERREIRO

"A sacerdotisa honra o guerreiro que a protege, enquanto o guerreiro venera a sacerdotisa que o inspira na vitória nos campos de batalhas!" (Shima)

A egrégora da Sacerdotisa e a do Guerreiro consiste em sua essência a representação da missão e do propósito individual de cada alma viajante das estrelas.

Cada um destes personagens executam suas missões, cumprindo um propósito divino na ancoragem, na expansão, proteção e difusão da Luz e do Amor em todos os recantos dos orbes onde reencarnam.

Por isto sempre digo que todo Guerreiro da Luz tem a sua sina. Reencontrar a Sacerdotisa, a sua Deusa... que o conduzirá para a vitória final no mundo das sombras e o elevará para os mais altos voos, como uma águia em sua liberdade plena.

Assim também é a glória da Sacerdotisa que em sua sabedoria divina, irá inspirar e despertar no coração do Guerreiro através do seu conhecimento espiritual, e com seus dons divinos consegue impedir que o Guerreiro se perca nas tormentas e tempestades durante a noite escura da sua alma. A Sacerdotisa ilumina o caminho do Guerreiro.

A existência de ambos são complementares.

Ao reconhecerem esta simbiose, tornar-se-ão inseparáveis. Compreenderão o significado do Dois em Um.

A busca constante pelo par perfeito reflete esta egrégora.

O Caminho do Coração deve ser a meta, que somente é alcançada quando a verdade interior se manifesta na vida de cada um e a missão espiritual torna-se de fato a própria realidade a ser vivenciada pelos dois.

SOBRE AS CHAMAS GÊMEAS


"Quando estas individualidades complementares tem a rara oportunidade de se encontrarem no plano físico, com níveis de consciências equiparados, elas conseguirão realizar a união perfeita. Isto por que seus ideais são semelhantes, e a nota que cada uma emite, forma um acorde perfeito. Vemos então, nestas raríssimas uniões no plano físico, quando existe esta perfeita sintonia, que estes pares irão desincumbir-se de um serviço agradecido que lhes proporcionará uma profunda alegria interior. Isto porque eles estarão colocando em ação o seu Plano Divino ou Razão de Ser que é inerente a ambos. Este Plano Divino está guardado no coração de cada um pelo Mestre Interno, e só poderá ser realizado plenamente por ambos. Isto devido ao fato de que cada uma destas Chispas Sagradas traz em si uma parte deste Plano e, para sua realização perfeita, e imprescindível à participação de ambos. Digo-vos, este Plano Divino sempre será um serviço agradecido prestado à Vida. Quer seja no campo espiritual ou filantrópico, dependendo do que foi deliberado quando ainda estavam no seio do Cosmo, antes de começarem a vivenciar as experiências da Roda das Encarnações".[DJWAL KHUL]

(*) O artigo que comento sobre este assunto e que contém o texto do mestre tibetano Djwal Khul pode ser encontrado no link abaixo:

Agora gostaria de compartilhar com vocês a minha experiência pessoal e então poderão entender melhor como tudo se manifesta na prática.

A mensagem abaixo foi publicada no meu perfil do Facebook em 30/11/2015 e foi dedicada à Corujinha.

_______________________________

"O Caminho do Amor – A relação a dois" A Sacerdotisa e o Guerreiro

É de uma incrível beleza a vida entre dois seres que se expressam no mundo da forma, toda a divindade contida em seus corações, atraindo para uma relação, a vontade da alma em sua manifestação terrena.

Falar da sacerdotisa que habita a alma feminina é outro ponto de grande revelação, principalmente quando se aborda a egrégora do guerreiro e da sacerdotisa, que nos tempos imemoriais deixaram marcas de um passado recheado de histórias gravadas nos contos de fadas, que ultrapassaram gerações de corações românticos."

Assim foi e se repete na Criação a vontade divina das Mônadas. A Unidade entre o Dois.


(*) Dedico esta música à Sacerdotisa que me despertou para o voo da Águia! 



_______________________________



Depois, ao longo das revelações sobre a nossa relação, ela me contou que esta música era uma das 5 canções que combinou com os Mestres como a forma de ela conseguir identificar a conexão com a verdadeira pessoa amada. 

As outras 3 músicas eu já tinha enviado como dedicação ao nosso amor. E a cada envio, ela se emocionava e ficava surpresa... mas não dizia o por quê. Somente quando enviei a 5ª música, me revelou o por quê de sentir-se tão emocionada com as músicas que enviava.

É claro que, desconhecendo estes fatos, fiquei mais surpreso ainda... pois as músicas foram enviadas numa sequência até mágica.... as escolhas das músicas vinham do coração! Era como se as letras e a melodia carregassem um grande mistério, mas que suas mensagens continham algo sublime e transcendental.

E por incrível que pareça as músicas são de épocas diferentes e cada uma também tem um cantor diferente. Elas me acompanharam ao longo da vida e até no Japão me marcaram profundamente, porque sempre tive uma visão de estar junto com alguém muito especial que não conseguia ver o rosto, uma pessoa que sabia que um dia iria reencontrar.

A Corujinha sabia que seria quase impossível uma pessoa conseguir juntar as cinco músicas do jeito que ela escolheu e  ainda mais adivinhar que esta seria a senha que havia definido como prova "material" para saber que encontrou a pessoa certa. E assim ela fez, bem antes de nos conhecermos, ainda no ano de 2002.

E eu, apenas segui meu coração... 

Simples, não?!


A MINHA SENHA - A LUA

A questão da Lua me acompanha desde a adolescência.

A contemplação deste astro inspirador me encantava todas as noites. E também, era nesta visão majestosa que alimentava meu sonho de amor.

Então, sentia que ela teria o mesmo sonho e o mesmo ideal e estaria naqueles momentos me acompanhando naquela contemplação noturna. Sempre senti isto...

Muitos enganos e ilusões encontrei pelo caminho, apenas porque teimava sempre em ligar alguma relação com a própria Lua e procurava manter isso em segredo até que uma "prova" surgisse.

Então, quando conversava com meu mentor espiritual certa vez, falando sobre a Corujinha após termos iniciado o nosso relacionamento, lembrei-me desta senha inusitada, pois não havia ocorrido nada que simbolizasse a Lua.

- Então, qual a verdade sobre a Lua e o que sempre mantive como um sinal para identificar a real mulher da minha vida?

Ele sorriu para mim, e disse amorosamente:

- Diga-me então guerreiro, o que ocorreu na Operação Lunar?

Nossa!!! - Instantaneamente lembrei-me daquele evento. Fazia poucas semanas que a Corujinha havia se integrado na GM e ela foi convidada por mim, para participar de uma operação na Lua em projeção ao lado de outras sacerdotisas.

Seria a sua primeira participação ativa pois também seria feito uma cerimônia sagrada junto ao Ritual da Lua Cheia, e isso seria feito na própria Lua.

Naquela noite, durante a Operação Lunar, reconheci seus dons e mediunidade e então passei a observá-la mais atentamente, orientando-a para suas futuras missões e tarefas dentro da Grande Missão.

Olhei para o meu mentor e feliz mencionei:

- Caramba! Como não tinha percebido isso??? Enquanto esperava um sinal, um código, uma senha específica, ocorreu literalmente um reencontro e um reconhecimento interno na própria Lua?

Ele novamente sorriu e confirmou.

Quando mencionei isso para a Corujinha, ela riu bastante. 
Nem ela tinha conhecimento sobre o meu segredo.


E, um ano depois... ainda comemoramos!

Que você possa reconhecer no seu dia-a-dia a oportunidade que seus mentores e Mestres Internos querem te revelar... trace seu caminho e na constância da busca sincera espiritual, poderá se surpreender com o que ou quem poderá encontrar...

Em Amor e Luz,
Shima.
Namastê.

Postar um comentário

 
Top