0
Sentir novamente a brisa tocar sua face...
Uma sensação nova do calor aquecendo o teu corpo...
Perceber que você de alguma forma... mudou!
Que o mundo à sua volta está completamente diferente... estranho...

As pessoas... as mesmas que conhecia... ficaram especiais!

E que você se sente em outro lugar...
Observa tudo de um patamar novo... inusitado...
A visão... a percepção... o som... a cor... o perfume...
É aquele sentimento... da vida de uma lagarta...

Caminhar pela relva... rastejar pela sombra... cumprir a rotina...
Um dia... vem o confinamento... a dor no casulo... a transformação...
Quando sai... espremida pela ponta do funil... vê a metamorfose...
O seu corpo... aquele da lagarta... não existe mais... transmutou...

Tem asas... está mais leve... pode ver... bem longe... mais acima...
Agora... é aprender a viver... sorrindo... na delicadeza... serena...
na doçura... com o movimento harmonioso... sinuoso... 
deslizando na brisa... solta... feliz... no vôo de uma borboleta!


Shima.

Postar um comentário

 
Top